Arquivo da categoria: museus

Programação de férias em Recife – exposições

espaço cultural

Obras Públicas – Obras do Acervo

A exposição Obras Públicas de Murillo La Greca sugere um passeio por alguns roteiros turísticos da cidade. Através deles, o museu mostra a parte do acervo que corresponde aos estudos feitos por Murillo e que deram origem a tais obras.
Horário – De terça a sexta-feira, das 9h às 17h
Local – Museu Murilo La Grecca
Endereço – Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti – Paranamirim- Recife
Contato – 366

espaço cultural

Paraísos

A mostra ”Paraísos” apresenta uma retrospectiva dos seus 45 anos de carreira do artista plástico José Barbosa, reunindo pinturas, esculturas, entalhes e objetos.
Horário – De terça a sexta, das 13h às 19h; sábados e domingos, das 16h às 20h
Em cartaz até 30 de junho
Local – Arte Plural Galeria
Endereço – Rua da Moeda, 140 – Bairro do Recife- Recife
Ingressos – Entrada franca
Contato – 3424.4431

espaço cultural

Marcados

A exposição da artista Cláudia Andujar traz uma série de 65 fotografias cuja temática gira em torno das visitas da suíça a tribos indígenas brasileiras, além de objetos.
Horário – De terça a domingo, das 15h às 20h
Em cartaz até 28 de julho
Local – Fundação Joaquim Nabuco
Endereço – Rua Henrique Dias – Derby- Recife
Ingressos – Entrada franca
Contato – 609

espaço cultural

Desthinações

Raízes e formas inspiraram a artista plástica Thina Cunha em sua nova exposição, que retrata pescadores, caranguejos e outras figuras que habitam os rios e os manguezais.
Horário – Horário comercial
Em cartaz até 29 de julho
Local – Ateliê de Thina Cunha
Endereço – Rua Guarabira, 215 – Boa Viagem- Recife

espaço cultural

Entrenuvens

O artista plástico Alcindo Moreira apresenta Entrenuvens. A exposição conta com 1 tonelada de algodão e aborda formas diversas de capturar os momentos ‘fugidios’ das nuvens. Inédita também é a contrapartida ecológica do evento artístico, que pela primeira vez no Brasil realiza a compensação de carbono. Detalhes no arquivo anexo.
Horário – De terça a domingo, das 12 às 20h. Para agendamento de visitas guiadas há horários especiais: (81) 3425.1900.
Em cartaz até 30 de junho
Local – Caixa Cultural
Endereço – Avenida Alfredo Lisboa, 505 – Recife Antigo- Recife
Ingressos – Gratuito

espaço cultural

Espaço de Arte Alemanha

A mostra marca as comemorações do ano Brasil-Alemanha 2013-2014. Dentre os artistas, estão o holandês Armando, Candice Breitz (África do Sul), Tony Cragg (Inglaterra), Marianne Eigenheer (Suíça), Ayse Erkmen (Turquia), Christine Hill (Estados Unidos), Magdalena jetelová (República Tcheca), Per Kirkeby (Dinamarca), Joseph Kosuth (EUA), Marie-Jo Lafontaine (Bélgica), Nam June Pak (Coréia do Sul), Giuseppe Spagnulo (Itália), Herman de Vries (Suriname), tendo como curadora a Dra. alemã Ursula Zeller.
Horário – De terça a sexta-feira, 9h às 17h. Sábados e domingos das, 14h às 17h
Em cartaz até 28 de julho
Local – Museu do Estado
Endereço – Av. Rui Barbosa, 960 – Graças- Recife
Ingressos – Entrada gratuita
Contato – 3184.3174

espaço cultural

Mar Morto

A exposição tem instalações com combinações de imagens e objetos que foram apropriados pela artista ou que fazem parte do seu acervo pessoal. A obra que dá nome à mostra traz um conjunto de fotografias de icebergs emolduradas junto com bilhetes de advertência escritos pelo artista.
Horário – Diariamente, das 8h às 12h e das 13h às 17h
Em cartaz até 5 de julho
Local – Instituto de Arte Contemporânea
Endereço – Rua Benfica, 127 – Madalena- Recife
Ingressos – Entrada gratuita
Contato – (81) 3226-0423

espaço cultural

Dalí: A divina comédia

A exposição é de 100 aquarelas originais de Salvador Dalí inspiradas na obra do escritor Dante Alighieri.
Horário – De terça a domingo, das 12h às 20h
Em cartaz até 14 de julho
Local – Caixa Cultural
Endereço – Avenida Alfredo Lisboa, 505 – Recife Antigo- Recife
Ingressos – Entrada gratuita
Contato – (81) 3425.1900

espaço cultural

Expo Olinda Patrimônio Cotidiano

Uma iniciativa do Instituto de Cooperação Econômica Internacional (ICEI ? Itália/Brasil), com a participação de 12 fotógrafos para representar o Patrimônio Cotidiano da Cidade de Olinda, tendo como foco o povo, os moradores, seus símbolos, crenças e vida cotidiana.
Em cartaz até 30 de agosto
Local – Centro de Formação em Artes Visuais
Endereço – Pátio de São Pedro – São José- Recife
Contato – (81) 3493.9900 Casa 11

espaço cultural

As Águas da Memória

O projeto, que comemora o Dia Internacional da Memória do Tráfico Negreiro e sua Abolição, é realizado pela artista plástica e curadora pernambucana Inêz Oludé da Silva, residente em Bruxelas desde 1976, onde chegou como exilada política. Trata-se de um trabalho artístico de releitura, no qual aborda o tema da escravidão por meio de intervenções, oficinas, exposições de artes visuais e performances. Uma visão contemporânea, criando novas rotas que pretendem estimular a reflexão.
Horário – Segunda a sexta, das 9h às 17h e sábado, das 13h às 17h
Em cartaz até 31 de julho
Local – Museu da Abolição
Endereço – Rua Benfica, 1150 – Madalena- Recife
Ingressos – Entrada gratuito
Contato – (81) 3228.3248 3228-3248

espaço cultural

Spray Sobre Pele

A exposição é um projeto que faz referência direta ao graffiti e à streetart, vertente artística que se reflete em toda uma cultura, atitude e estética. Tinta na pele é algo comum ao povo que pinta painéis e artistas das ruas, que se jogam nas paredes para colorir a cidade, defendendo de forma colorida e bem-humorada os espaços de voz e atitude, e que agora (nem tão agora) também ocupam espaços como museus, galerias e demais espaços de arte.
Horário – Das 9h às 12h e das 14h às 17h
Em cartaz até 20 de junho
Local – Museu Murilo La Grecca
Endereço – Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti – Paranamirim- Recife
Ingressos – Entrada gratuita
Contato – (81) 3355.3127 366

espaço cultural

Elogio da loucura – Tributo a Rotterdam

A exposição reúne 40 quadros de Jairo, feitos desde o ano passado. Há trabalhos inéditos, todos eles pintados com acrílica em cima de tela sobre Duratex. As obras são carregadas em cores fortes, primárias, com figuras humanas e animalescas.
Em cartaz até 20 de junho
Local – MAC
Endereço – Rua do Amparo, 157 – Varadouro- Olinda
Ingressos – Entrada gratuita
Contato – 3184.3153

LEIA MAIS :

Recife para crianças: Um domingo no Recife Antigo

Exposição de arte: educação e diversão para crianças e adultos

Como estimular a visita de museus históricos em crianças

Arte também é diversão: 5 pintores pra apresentar a criançada

Exposições em Recife : programação janeiro/fevereiro

 

espaço cultural

Rio São Francisco Navegado

A montagem de caráter cultural-educativo inclui 15 ambientes com arte contemporânea, ilustrações, vídeos, instalações interativas e roupas e tem como objetivo levar ao público um pouco da riqueza do São Francisco a partir do olhar particular do estilista Ronaldo Fraga.
Horário – De terça a domingo, das 13h às 20h.
Em cartaz até 7 de fevereiro
Local – Santander Cultural
Endereço – Av. Rio Branco, 23 – Bairro do Recife- Recife
Ingressos – Entrada Gratuita
Contato – 3224.1110

 

espaço cultural

Gil Vicente: Estudos e Rabiscos

A mostra Gil Vicente: Estudos e Rabiscos, que tem curadoria de Bruna Pedrosa, conta por meio das imagens o universo desse artista consagrado.
Horário – Terça a sexta, das 9h às 17h.
Sábados e domingos das 13 às 17h.
Em cartaz até 10 de março de 2013
Local – Museu Murilo La Grecca
Endereço – Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti – Paranamirim- Recife
Ingressos – Entrada gratuita
Contato – 366

espaço cultural

Dudu Schnaider

São mais de 20 obras em grandes formatos impressas em série limitada em tipos de impressão, inclusive com opção em papel 100% algodão, imprescindível para uma apresentação fine art.
Horário – Das 9h às 22h
Em cartaz até fevereiro
Local – RioMar
Endereço – Avenida República do Líbano, 251 – Pina- Recife
Ingressos – Entrada Gratuita

Maracatu Rural – A magia dos Canaviais

A história, os personagens, o ritmo, o território, os mitos e os sincretismos religiosos dos maracatus rurais estão reunidos na exposição. A mostra conta com fotografias, documentos históricos, vídeos, áudios, indumentárias, adereços, textos e livros. A arquitetura será distribuída em painéis, telas de led e objetos de ambientação criados especialmente para a exposição. Essa é a primeira vez que se realiza uma exposição exclusiva sobre tema no Brasil.
A coordenação artística e curadoria são de Afonso Oliveira. O projeto é da Designer Carla Gama com textos dos professores Severino Vicente e Valéria Vicente e fotos de Afonso Oliveira, Ederlan Fábio, Hans Von Manteuffel e Fred Jordão. As fotos são de Afonso Oliveira, Ederlan Fábio, Hans Von Manteuffel e Fred Jordão.
Horário – O horário de visitação é das 9h às 18h, de segunda a sexta-feira e nos sábados e domingos das 12h às 18h.
Em cartaz até De 28 de dezembro de 2012 a 10 de março de 2013
Local – Centro Cultural Correios
Endereço – Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife- Recife
Ingressos – A entrada é franca
Contato – (81) 3224-5739 3425.3516

Shiko

Autor de histórias em quadrinhos e grafiteiro, Shiko (PB) mostra telas, aquarelas e desenhos feitos nos últimos anos.
Em cartaz até estreia 6 de janeiro
Local – A Casa do Cachorro Preto
Endereço – Rua 13 de Maio, 99 – Carmo- Olinda
Ingressos – Aberta ao público

Carnaval de rua

As imagens são do fotógrafo Fred Jordão, que registrou o que há de mais tradicional da folia do Estado numa tentativa de chamar a atenção do público para uma maior valorização.
Horário – Terça a sexta, das 13h às 19h;
Sábados e domingos, das 16h às 20h;
Em cartaz até 31 de janeiro
Local – Arte Plural Galeria
Endereço – Rua da Moeda, 140 – Bairro do Recife- Recife
Ingressos – Entrada franca
Contato – 3424.4431

LEIA TAMBÉM:

Recife para crianças: Um domingo no Recife Antigo

Exposição de arte: educação e diversão para crianças e adultos

Como estimular a visita de museus históricos em crianças

Arte também é diversão: 5 pintores pra apresentar a criançada

Recife para crianças : Conheça os parques da cidade

Nas grandes cidades os parques são considerados um refúgio lúdico da cidade onde seus habitantes  se apropriam do espaço público para desenvolver suas atividades de lazer , entretenimento, e de prática de esportes.Parques são um dos componentes-chaves de uma cidade especialmente dedicada em propiciar um alto nível de qualidade de vida aos seus habitantes.Dessa maneira, Passear num parque gera benefícios para todos mas as principais beneficiadas são as crianças  nessa fase da vida, tudo o que se vê é absorvido e há bastante retidão, pois as crianças estão em um momento de pura aprendizagem. Por isso, programas televisivos e tudo o que acontece na internet é entendido pelos pequenos como se fosse uma verdade. As brincadeiras ao ar livre tiram esse foco e dão outro sentido à vida e nada melhor do que brincar no parque . Em Recife é disponibilizado uma quantidade razoável desses espaços que  incluem muitas vezes playgrounds e campos de esportes, laguinhos e centros educativos como museus e jardins botânicos. nesse post vamos listar esses espaços na cidade:

LEIA MAIS:

Vai pra rua menino! os benefícios de brincar ao ar livre!

Piscina,parquinho,esportes e amigos… Vamos a um clube?

Parque da jaqueira

HS221009018

Localizado na zona norte do Recife é o maior e dos mais populares parques da cidade o seu grande atrativo é a sua área verde.

Ruas de acesso:  rua do futuro

Av.Rui Barbosa (sentido subúrbio-Cidade)

Mais informações: 

Parque  da jaqueira

Roteiro no parque da jaqueira

Parque treze de maio

dsc_0198_crianca_brincando_no_parque_13_de_maio_no_dia_das_criancas__foto_rafa_oliveira

É o parque mais antigo da cidade sua construção remete ao séc. XIX  e ao seu entorno encontramos o imponente prédio da faculdade de direito ,Cãmera dos vereadores,assembléia legislativa e a biblioteca pública do estado. localizado no centro da cidade é o ponto de encontro de jovens e de moradores das cidades da região metropolitana. No Parque 13 de Maio podem ser encontradas árvores de várias espécies, arbustos e ervas tropicais e obras de artes além de funcionar um mini-zoô .Durante muito tempo a conservação da estrutura encontrava-se precária sendo beneficiada  nesse momento por uma reforma.

Ruas de acesso: rua do hospício ,rua princesa Isabel e rua Mamede simões

Parque Dona Lindu

parque-dona-lindu_antonio-tenorio_prefeitura-do-recife

Situa-se  na praia de Boa Viagem, na região de Setúbal, localizado entre as avenidas Boa Viagem e Visconde de Jequitinhonha.Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer,  fora construído numa área de 27.166,68 m², à beira-mar da praia de Boa Viagem, com 60% destinados à área verde.O parque  inclui ciclovia, pistas para cooper e skate, quadra poliesportiva, playground, áreas para descanso e ginástica. Conta também com teatro, pavilhão para exposições, restaurante, sanitários, fraldário e central técnica.

Ruas de acesso: avenidas Boa Viagem e Visconde de Jequitinhonha

Parque Apipucos

20121221115520791919e

Apesar de ter sido entregue apenas a primeira fase o Parque de Apipucos Maximiano Campos já conquistou uma grande parte da população que mora nos arredores do equipamento. Crianças, jovens e adultos já circulavam pelo local, utilizando os brinquedos e conhecendo o novo espaço. As características mais marcantes da paisagem, relacionadas à arquitetura do lugar e às suas condições geográficas, dão um toque especial à área de lazer, que possui ainda: terraço voltado para o açude, pista de cooper brinquedos infantis, academia ao ar livre, espaço para eventos (anfiteatro natural com espaço arborizado).

Rua de acesso: rua de apipucos

Extras:article

Parque dois irmãos

é um parque, horto, jardim botânico e zoológico e reserva ambiental, localizado no bairro de Dois irmãos  O Parque tem uma área de 384,42 hectares, sendo 14 hectares de zoológico.

A reserva do Parque, considerada uma das maiores áreas de Mata Atlântica de Pernambuco, proporciona aos visitantes conhecer o ecossistema, suas plantas e seus animais nativos, como preguiças, saguis, quatis, capivaras, além de uma enorme variedade de pássaros. O Parque possui cerca de 600 animais entre aves, répteis, mamíferos e peixes distribuídos em mais de 200 espécies.

O Parque Dois Irmãos representa os zôos do Norte e Nordeste e se destaca pelos eventos pioneiros e atividades inovadoras nas áreas de educação ambiental e reprodução de animais em cativeiro.

No Parque, o conhecimento da natureza é adquirido através da vivência e do contato direto com os animais, fazendo com que o zôo deixe de ser “vitrine de animais” para se transformar em centro de conservação da natureza.

Ingresso: 2 reais .crianças até 1 metro e idosos a entrada é gratuita.

Rua de acesso: Rua dois irmãos

Sítio da Trindade

4548980856_461dfa8ce4_z

O Sítio da Trindade é um sítio histórico situado no bairro de Casa Amarela,zona norte do Recife.Possui uma área de 6,5 hectares de área verde, com um chalé de 600 m², que hoje é utilizado para atividades culturais. Toda a área do Sítio é, também, utilizada pela população para passeios ao longo de todo o ano e festas, nos períodos junino e natalino.

rua de acesso: estrada do arraial e estrada do encanamento

LEIA TAMBÉM:

10 Brincadeiras ao Ar livre para crianças menores de 1 ano – Parte I

10 Brincadeiras ao Ar livre para crianças menores de 1 ano – Parte II

Recife para crianças: Um domingo no Recife Antigo

Como fazer um piquenique perfeito

Arte também é diversão : 5 pintores pra apresentar á criançada

7659848674_8b797bea5f_c

Muitos vêem a arte como um universo sisudo ,elitista e principalmente separatista. Mas ao contrário que muitos pensam a arte faz parte do nosso cotidiano e principalmente é íntrisico ao ser humano ,e é nessa tentativa de desmistificar e principalmente desbravar   esse universo s é que esse post apresenta 3 artistas cujas obras se aproximam de alguma maneira do universo infantil  e quão divertido é aprender sobre a história da arte.

Leia mais:

Exposição de arte: educação e diversão para crianças e adultos

Como estimular a visita de museus históricos em crianças

1. Tarsila do Amaral – cores e lendas brasileiras

EFCB50

Pintora ,desenhista e uma das principais representantes do movimento modernista brasileiro em meio à uma viagem de “redescoberta do Brasil”  com o poeta franco-suíço Blaise Cendrars, Tarsila iniciou sua fase artística “Pau-Brasil”, dotada de cores e temas acentuadamente tropicais e brasileiros, onde surgem os “bichos nacionais”(mencionados em poema por Carlos Drummond de Andrade), a exuberância da fauna e da flora brasileira, as máquinas, trilhos, símbolos da modernidade urbana.

Por que as crianças vão gostar?

Nos seus quadros cheio de cores e formas diferentes são retratados diversas lendas brasileiras ( a cuca por exemplo) é uma ótima oportunidade de contar essas estórias para criançada.

mais informações:

site oficial da tarsila AQUI  tem uma sessão especial cheia de atividades para a criançada

2. Portinari : Brincadeiras de criança

i315896

Portinari pintou quase cinco mil obras (de pequenos esboços e pinturas de proporções padrão, como O Lavrador de Café, até gigantescos murais, como os painéis Guerra e Paz, presenteados à sede da ONU em Nova Iorque em 1956, e que, em dezembro de 2010, graças aos esforços de seu filho, retornaram para exibição no Teatro Municipal doRio de Janeiro).Portinari é considerado um dos artistas mais prestigiados do Brasil e foi o pintor brasileiro a alcançar maior projeção internacional.

Por que as crianças vão gostar?

Em suas obras é possível encontrar muitos quadros relacionados à infância  quando ele retrata diversas brincadeiras tradicionais que tal dialogar com essas obras brincando de pipa,pião ,roda…

3. A geometria de Escher

artista gráfico holandês Escher gostava de brincar com formas geométricas e de iludir o espectador. o que nos faz sempre indagar o que realmente está representado na tela.

escher

Por que as crianças vão gostar?

A obra de escher é um prato cheio pra criançada .com ela podemos desenvolver atividades como origami inspirada na obra dele como podemos ver AQUI   ou aprender matemática de uma forma bem diveritda veja AQUI

4. O mundo onírico de Salvador Dalí

salvador_dali_a_persistencia_da_memoria

‘Se tem bigodes de foca
Nariz de tamanduá
-Parece meio estranho, heim!
Também um bico de pato
E um jeitão de sabiá…  é mais ou menos assim as obras desse importante pintor catalão conhecido por ser um dos representantes do movimento realista cuja principal característica é o elemento onírico ou seja se inspirava   no mundo criativo dos sonhos ,O trabalho de Dalí chama a atenção pela incrível combinação de imagens bizarras, com excelente qualidade plástica. para alguns a sua obra não faz nenhum sentido mas ninguém nega a sua inconfudível criatividade.

Por que as crianças vão gostar?

colocar num quadro os seus sonhos mais loucos é a coisa mais divertida imagina pra criança .estimule as crianças a fazer aomesmo usando colagens,diferentes materiais e pronto!

5. Pollock

Desenvolveu uma técnica de pintura,na qual respingava a tinta sobre suas imensas telas; os pingos escorriam formando traços harmoniosos e pareciam entrelaçar-se na superfície da tela. Pollock foi muito importante para o ‘dripping’; o quadro “UM” é um exemplo dessa técnica. Pintava com a tela colocada no chão para sentir-se dentro do quadro. Pollock parte do zero, do pingo de tinta que deixa cair na tela elabora uma obra de arte. Além de deixar de lado o cavalete, Pollock também não usa mais pincéis.

Por que as crianças vão gostar?

vão se identicar de cara com os garranchos que toda criança faz ,que tal usar a tinta  numa lata furada e reproduzir o mesmo efeito

DICAS:  Esses artistas é uma apenas uma sugestão que tal aproveitar alguma exposição de algum artista  que esteja acontecendo na sua cidade e fazer o mesmo ou pesquisar na internet ou livros e fazer atividades com outros artistas  seguem aqui alguns passos:

1. DescrevamPara tanto, oriente-as a olharem cuidadosamente a imagem, momento em que poderão identificar e interpretar detalhes visuais.
2. AnalisemPara estimular oas crianças a prestarem atenção na linguagem visual e nos mais variados elementos que a compõem (como cores, texturas, dimensões, materiais, suportes, técnicas, etc. ) , faça uma série de perguntas, para provocar a reflexão entre eles.
3. Interpretem A partir das ideias, interpretações, sentimentos e em oções das crianças, crie possibilidades pedagógicas para trabalhar a temática da imagem. Liste-as e eleja, ainda com a ajuda das crianças.. Mostre também outras manifestações visuais que tratam do mesmo tema e estimule-as a fazer comparações (entre cores, formas, linhas, texturas, organização espacial etc. ).
4. Fundamentem Junto as crianças , elabore uma lista com os aspectos que provocam curiosidade sobre a obra, o autor, o processo de criação, a época etc.
5. Revelem Diante das novidades, certamente as crianças estarão estimuladas a produzir. Aproveite a ocasião e dê a elas a chance de desenhar; experimentar representações em três dimensões ; investigar materiais plásticos, formas, cores, texturas e linhas, além de exercitar as habilidades de recorte, colagem, modelagem, pintura etc.

mais informações nestes sites :

http://www.historiadaarte.com.br

http://www.brasilescola.com

LEIA  TAMBÉM :

Inhotim : um museu de novidades

Castelo,arte e muita história conheça o instituto Ricardo Brennand

Apertem os cintos ! Crianças em casa … pintura a dedo

Castelo,arte e muita história conheça o Instituto Ricardo Brennand em Recife

 

Instituto_Ricardo_Brennand_(cropped)

Quem nunca sonhou em morar ou conhecer  um castelo? em Recife esse sonho se tornou realidade no  instituto que foi fundado por Ricardo Brennand, empresário e colecionador pernambucano de ascendência inglesa. Brennand obteve destaque na indústria canavieira da região Nordeste, atuando também nos segmentos de produção de cimento, azulejo, vidro, porcelana e aço. Na década de 1940, começou a colecionar armaria, sobretudo armas brancas, consolidando nas décadas seguintes o que viria a ser um dos maiores acervos privados dessa tipologia no mundo.

Na década de 1990, Brennand decidiu investir o capital resultante da venda de parte de suas fábricas na criação de uma fundação cultural voltada à preservação e exposição de seu acervo Ainda antes da inauguração do instituto, começou a adquirir obras de arte e objetos relacionados à história do Brasil, sobretudo aos anos de ocupação holandesa da região Nordeste. Em poucos anos, Brennand amealhou um vasto conjunto de pinturas de Frans Post, além de paisagens e retratos seiscentistas, mapas, tapeçarias, moedas, documentos, livros raros e outros objetos referentes a essa temática.Além das exposições permanentes e temporárias, o instituto oferece visitas guiadas, cursos de história da arte, programa educativo voltado aos alunos dos sistemas público e privado de ensino de Pernambuco, programas de arte-educação para professores e atividades culturais em geral

804522431-G

Por que visitar: abriga pinturas, esculturas, documentos e objetos sobre o período holandês. Só de Frans Post, são 15 óleos – a maior coleção do pintor holandês no mundo. Além do acervo, o Instituto destaca-se pela beleza natural. “É um deleite aos olhos, um lugar para respirar ar puro e ver um recorte da Mata Atlântica preservada”
O que abordar com seu filho: a importância da preservação da natureza e da valorização da arte. Faça a Visita Família aos domingos. Após conhecer o acervo com a orientação de um dos educadores do Instituto, pais e filhos desenvolvem um trabalho proposto pelos monitores.
Não deixe de ver: o Museu de Armas Castelo São João, que abriga obras de arte das mais diferentes procedências e épocas, cobrindo um espaço de tempo entre os séculos XV e XXI, com peças da Europa, Ásia, América e África. A própria arquitetura do castelo já é um atrativo para as crianças.
O que a escola pode trabalhar: uma série de recortes temáticos atrelados ao acervo podem ser relacionados a conteúdos curriculares. “O nosso carro-chefe é o período holandês, mas também temos outros recortes, como as referências medievais e a mitologia, em que trabalhamos desde a Vênus de Milo até o Saci”, diz Áurea Bezerra. Há cursos de formação para professores e educadores.
A boa: em julho, há atividades culturais voltadas para crianças de 3 a 12 anos. Abordam desde o resgate dos jogos e brincadeiras da infância até a cultura oriental. Custam entre R$ 50 e R$ 60.

Instituto Ricardo Brennand- Foto Gleyson Ramos-781628
Melhor para: crianças a partir de três anos. Mas bebês adoram observar os cisnes, flamingos e outros animais que ficam ao ar livre.
Na agenda: Engenho São João, s/n°, na Várzea, tel. (81) 2121-0352, site: www.institutoricardobrennand.org.br Abre de terça a domingo das 13h às 17h.

LEIA MAIS:

Roteiro na Jaqueira

Como estimular a visita de museus históricos em crianças

Exposição de arte: Educação e diversão para crianças e adultos

Clube do filme

É dia de feira

Recife para crianças: Um domingo no Recife Antigo

Nada é mais legal do que passear ao livre né?e quando esse paseio reuni a cultura e a história da nossa cidade fica melhor ainda (pra quem não é da cidade uma oportunidade de conhecer pouquinho dela), é tudo isso que em um dia de domingo o passeio no bairro histórico do Recife proporciona . Bairro que deu origem a povoação da cidade tem em seus prédios e ruas um livro de História a ser explorado por moradores e turistas.São várias as atrações deste local que fica impossível visitá-las de uma só vez e por isso  não é um intinerário definido e sim  são apresentadas as opções  que você pode fazer em vários  passeios confiram!

Um pouco de história: O bairro do Recife surgiu em fins da primeira metade do século XVI. O ponto de origem da povoação foi um porto, construído para escoar pau brasil e os produtos da atividade agro-açucareira de Olinda, então capital pernambucana. Instalado o porto, também foram erguidas depósitos e as casas para servir como residências dos trabalhados portuários e pescadores ,  e assim, nasceu a comunidade.Em 1624 Recife e Olinda foram invadidas por holandeses e  durante o seu domínio ( entre 1624-1654), e precisamente com a chegada do conde Maurício de Nassau a Pernambuco (1637), é que o bairro passou a ter algum planejamento e por conta do seu localizamento estratégico se desenvolveu numa grande metropóle da época .Séculos se passaram ,ocorreram diversas reformas no bairro ,mas o seu charme boêmio de zona portuária o transformou no local de convergência das manifestações culturais da cidade e  grandes programações turísticas ,como o Carnaval e as festividades do ciclo natalino recifense ocorrem lá.

VEJA TAMBÉM:

Como estimular a visita de museus históricos em crianças

Exposições de Arte: educação e diversão para crianças e adultos

Programação:

1.Rua do Bom Jesus (Antiga rua dos Judeus): Esta é uma das ruas mais antigas e por isso a principal do bairro,por se localizar numa zona onde se concentra algumas empresas serve apenas como um estacionamento mas no domingo a tarde se transforma num dos corredores da famosa feirinha do Bom Jesus com dezenas de barraquinhas que você vai  encontrar  de tudo :brinquedos tradicionais para a criançada,artesanato em geral, moda e comidinhas.nesta rua funciona dois museus : A sinagoga Kahal Zur Israel e o museu de bonecos gigantes.

  • Sinagoga Kahal Zur Israel

Por que visitar: Durante a Invasão Holandesa no século 17 ocorreu a primeira migração oficial judaica em todo o território americano (No entanto milhares de judeus já viviam ilegalmente desde o século 16 sob a condição de *criptojudeus e **cristão novos) e o centro dessa comunidade era o bairro do recife,nesta rua funcionava a  Kahal zur Israel ,a primeira sinagoga do Continente Americano.Em seu interior escavações arqueológicas revelam a antiga estrutura do prédio e parte do piso original da rua ,além de uma réplica de um templo judaico.

O que abordar com a criança: uma série de recortes temáticos  podem ser relacionados ao acervo do museu,   o histórico ao abordar o período holandês : no térreo do prédio a visita é autoguiada através de painéis explicativos se a criança já for alfabetizada você pode pedi-la para os ler e perguntar o que ela entendeu ,qualquer dúvida que tiver a instituição dispõe de monitores. Outro aspecto que pode ser trabalhado é o cotidiano da época e aí você pode realizar comparações com o presente. Outro aspecto que pode ser trabalhado é o religioso,com o auxilío do educativo e a visita ao templo religioso com o auxílio da equipe de mediação educativa conhecer um pouco da religião judaica.

Melhor para : Crianças maiores de cinco anos

Serviço:

ingresso: 6 reais a inteira e 3 a meia (estudante e idosos)

funciona de terça a sex das 9:00 ás 16:30

                      dom  das  14:00 ás 18:00         

2.Praça do Arsenal

No finalzinho da rua do Bom Jesus se localiza a praça do arsenal,local onde ocorre atrações infantis como teatro,brincadeiras e música as atrações geralmente começam ás 16:00 ás 19:00 horas.Ao lado da praça podemos encontrar dois importantes cartões postais da cidade a torre de Observação astronômica Malakof (que está fechada para reformas infelizmente) e as ruínas do portal de entrada da cidade.

3.Marco Zero e Arredores

Andando um pouquinho você chega a praça do Marco zero que  é o ponto inicial das estradas do estado de Pernambuco e também o ponto exato onde se iniciou a cidade.Um amplo espaço  ao lodo do porto do Recife que se consolidou como o espaço dos grandes eventos da cidade.lá as crianças brincam a vontade ,tem cheirinho de pipoca,ensaio de grupos de maracatu e pagando aos diversos barqueiros que tem ,você pode atravessar de barco (se tiver coragem já que muitos deles não tem equipamento de segurança)e chegar ao pátio de esculturas de Brennand (um renomado  artista plástico recifense). Mas caso você não queira fazer esse passeio e continuar em terra firme ,você pode conferir alguma exposição com a criançada em alguns desses centro culturais:

  • Centro Cultural Santander
  • Centro cultural Correios
  • Centro Cultural da Caixa

 

Cais da Alfandêga e Arredores

Imagem: Tito Garcez

Um pouquinho mais afastado dessas atrações está o Cais da Alfandêga que constituí o polo mais alternativo e boêmio do bairro.Nesta área se encontra a igreja Madre de Deus um exemplo das dezenas igrejas barroca da cidade e que infelizmente não abre durante o fim-de –semana, a livraria cultura um dos pontos de encontros mais badalados da cidade ,que você pode levar a criançada para o espaço de leitura infantil que é disponível na loja.Mas o principal atrativo com certeza é o paço alfandêga antigo mosteiro transformado em shopping ,no seu terraço você tem a melhor vista da cidade,o pôr-do-sol é de tirar o fôlego.

Espero que tenham gostado das dicas!

LEIA TAMBÉM:

Roteiro na Jaqueira

Como estimular a visita de museus históricos em crianças

 

‘Quem gosta do velho é museu’, ‘ essa casa tá parecendo um museu’ são expressões como essas que demosntram o quanto esse lugar é carregado de estigmas e consequentemente de preconceitos,falhas oriunda da nossa formação cultural e escolar.

Visitar um museu não é o programa número 1 das famílias,nos muitos casos esta atividade está relegada a  escola o que na maioria das vezes torna tal experiência enfadonha para as crianças,dificultando ainda mais a criação do hábito de frequentar tais espaços.Outra dificuldade apresentada é o acesso seja por ser localizado distante das pessoas ou porque simplesmente os museus estarem fechados na hora da visita ( e também a infraestrutura do museu deixa a desejar -o que desistimula ainda mais). Mas o que fazer para mudar tal realidade? A resposta é simples criando um público frequentador desses espaços e para isso as famílias e as crianças são as palavras –chaves.E para isso segue algumas dicas para você juntar a família e a criançada e  tornar a visita ao museu mais divertidas:

 

Museu do estado de Pernambuco
  • A fase de preparação é a mais importante, pois é a que envolve todas as expectativas da criança. Por isso, é bacana que vocês façam tudo juntos. Procure informações na internet, em mapas, em livros sobre o que você pode ver no museu;
  • os adultos têm o papel de incentivar a reflexão entre as crianças. Diante de um prédio antigo ou monumento , pergunte o que ela acha dele, se ela acha bonito ou feio. Ao observar a estátua de alguém, pergunte se ela sabe quem foi essa pessoa e se ela acha que a pessoa realmente merece um monumento,Caso você não saiba não se acanhe e pergunte ao guia ou monitor do museu;
  • Lembre-se sempre que o passeio, apesar de se interessante para você também, é um momento de lazer a aprendizagem para o seu filho. Peça a opinião dele e tente priorizar atividades do seu interesse.
  • Compare o passado com o presente ,muitos museus exibem peças do cotidiano dos séculos passados esta é uma boa oportunidade de mostrar o processo de evolução da tecnologia e as diferenças de modo de vida.

 DICAS:

Durante o ano são realizados circuito entre os museus nas cidades do país inteiro você pode conferir mais informações neste site ou na página do facebook:

Intituto Brasileiro de Museus

Intituto Brasileiro de Museus facebook

 

Neste site disponibiliza alguns museus o estado de Pernambuco,ótimo para se programar:

Museus de Pernambuco

 

LEIA TAMBÉM:

Exposição de Arte: educação e diversão para crianças e adultos

 

 

 

Exposição de Arte: educação e diversão para crianças e adultos

Para uma criança uma visita a uma exposição pode parecer chata  e por isso nem sempre é lembrada na hora de escolher o passeio do fim de semana. Mas não precisa ser assim,então é necessário o bom senso e adaptá-la ,fazer mais do que simplesmente observar pois tentar fazer a criança aprender sobre características objetivas da obra – como o autor, estilo ou período histórico – pode gerar resistência.Então o primeiro passo para uma visita bem-sucedida é a informação prévia que pode ser adquirida em casa através da internet ou através do material informativo da exposição  que sempre está  disponível no local ,saber o que vocês vão encontrar pode ajudar a conversar sobre a exposição durante a visita.E principalmente entre no universo próprio da infância,  use uma imagem como estímulo para contar alguma história de sua própria vida. Uma pergunta simples feita na frente de um quadro, como “o que você vê aqui?”, pode despertar a imaginação contando uma história, por exemplo, desperta naturalmente o interesse e também correlacione o tema da exposição com a realidade infantil trazendo referências de filmes,jogos e estórias. A presença de monitores na exposição pode auxiliar na hora de tirar dúvidas.Isso pode não acontecer na primeira ou na segunda visita, mas os passeios regulares a museus deixarão a criança mais à vontade no mundo da arte.Para os bebês exposições são um lugares de estímulo visual por conta das explosão de cores e formas e pode ser os primeiros passos de familiarização com esse tipo de ambiente .Um programa para toda família e  que tal no próximo fim-de semana visitar alguma exposição,sempre tem algum pertinho da sua casa,aqui segue  a lista de algumas exposições em cartaz com entrada gratuita :

O Santander Cultural sedia uma exposição de obras direcionada a o futebol.  A exposição conta com fotografias, pinturas, esculturas e xilogravuras com o principal título “Pernambuco, uma paixão por futebol”, a mostra reúne 24 obras criadas por artistas pernambucanos.Essa exposição é ótima  para a criançada fãs do esporte e poder  contextualizá-la em outro universo

Horário: De 20 de julho a 19 de agosto de 13h às 20h.

Entrada: Gratuita.

Local:   Santander Cultural, na Avenida Rio Branco, número 23,Recife Antigo

Estão em exposição mais de 40 telas de pequenas dimensões do artista já falecido Bajado.

As pinturas são representações do carnaval e fazem parte da coleção de obras guardada pelo amigo do pintor, Eliezer José de Barros. As cores da cultura popular estão inseridos na realidade criativa das crianças e rendem uma visita bem proveitosa.

Horário: Em cartaz por tempo indeterminado.

Entrada: Não Informado.

Local: R. 13 de Maio, 149 – Varadouro
Fone: 3429.2587
Horário: Terça a sexta – 08h às 18h, Sábado e domingo – 14h às 17h30

além destas você pode ser informar das exposições que ocorrem na cidade através desses seguintes sites:

NE10

Agenda do Recife

Fonte: Educar para Crescer

 

LEIA TAMBÉM:

 

Como estimular a visita de museus históricos em crianças