praia criança

Dia de sol é dia de praia

Os dias de frio acabando e os dias ficando cada vez mais quente e pra quem mora no litoral não tem programa mais legal ( e óbvio)do que juntar os amigos e passar um dia super divertido.para a criançada é a oportunidade de brincar na areia construindo castelos e torres ,catando Siri, tatuí, estrela-do-mar,bichinhos que só encontramos lá!

Aqui em Recife temos duas praias a de Boa Viagem e a do Pina, mas temos a sorte de Pernambuco ter outras dezenas de praias cada uma mais linda que a outra.

 

Só que a tão desejada diversão  pode se tornar um pesadelo caso alguns cuidados não sejam tomados. Para que você possa curtir a viagem com mais tranquilidade, relembramos aqui as situações mais comuns que podem acabar com o passeio.

 

O primeiro cuidado é o uso do protetor solar. Sim, parece o básico, mas muitos pais esquecem deste básico! Para os baixinhos, o ideal é o uso dos protetores ou bloqueadores solares com fator de proteção 50 e 60 e evitar a exposição ao sol mais forte das 10h às 16h. Se isto for realmente impossível, as crianças devem vestir camisetas e usar bonés para maior proteção. Não se esqueça de passar protetor nos pés e orelhas, pois são partes bastante sensíveis e que ficam muito expostas.

Atenção: muito sol pode acabar em insolação, que pode levar à morte. O corpo perde a capacidade de controlar a sua temperatura, que sobe muito rápido. Como o mecanismo da transpiração falha, o corpo não consegue se resfriar, o que pode causar danos ao cérebro ou órgãos vitais. Temperatura corporal muito alta, pele vermelha e seca, forte dor de cabeça, tontura e náuseas são alguns dos sinais de insolação. Caso isto aconteça, tente resfriar o corpo da criança e providencie socorro rapidamente. Para evitar esta situação, dê bastante líquido – preferência para água, sucos e água de coco –, evite a exposição ao sol forte e atividade física nas horas mais quentes do dia.

Os afogamentos ocorrem com frequência, inclusive com crianças que sabem nadar. Os principais cuidados são: evitar refeições pesadas durante o dia e esperar cerca de três horas depois do almoço para liberar as crianças ao banho de mar; nunca deixá-las sozinhas na água e fazê-las usar boias e braçadeiras.

Também são muito comuns casos de crianças perdidas. Neste caso, o uso de pulseiras de identificação, com o nome e telefone dos pais, é uma boa medida de segurança. Além disso, você deve orientar seu filho a, caso ele se perca, procurar uma viatura policial ou um policial fardado e nunca sair da praia com um desconhecido, mesmo que ele diga que sabe aonde você está. E, ainda, assim que você chegar na praia, escolher, junto com seu filho, um lugar de destaque, onde ele ficaria, caso se perdesse, esperando por você.

Outras precauções importantes: uso de roupas leves, com preferência para as de algodão, para que as crianças possam transpirar normalmente; ingestão de bastante água – filtrada ou fervida –, para evitar a desidratação; cuidados com a alimentação – comer alimentos leves e de onde você conheça a procedência. Os alimentos vendidos na praia nem sempre são uma boa opção por estarem, na maioria dos casos, há muito tempo expostos ao calor e à areia.

 

LEIA TAMBÉM:

A praça é sua. Ocupe-a!

Vai pra rua menino! Os beneficíos de brincar ao ar livre

10 Brincadeiras ao Ar livre para crianças menores de 1 ano – Parte I

10 Brincadeiras ao Ar livre para crianças menores de 1 ano – Parte II

Coisas que só acontecem na casa da vovó

Como fazer um piquenique perfeito

É dia de feira!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s